Tão bom saber que tem gente cuidando das nossas praias, que temos a obrigação de divulgar esse trabalho lindo aqui na Longarina!

Texto retirado do Portal Litoral Norte

São SebastiãoUm trecho da Praia da Baleia, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo, foi beneficiado com o plantio de aproximadamente 1000 mudas de vegetação nativa típica de Jundu. O projeto de recomposição, aprovado pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), teve o aval de proprietários de alguns imóveis existentes no local.

A ideia é que toda a área antropizada da Praia da Baleia ganhe cada vez mais com este tipo de ação que envolve a preservação da praia, conscientização ambiental e uma espécie de contrapartida dos proprietários que construíram do outro lado da avenida. O projeto é pioneiro e pode ser estendido por vários trechos da praia ainda não edificados.

20150825_160027O engenheiro agrônomo André Motta Waetge, responsável pelo projeto de recomposição em conjunto com o Instituto Conservação Costeira (ICC), ressalta a importância deste tipo de ação para a preservação da praia e das ondas, além de envolver as crianças da comunidade da Vila Sahy no plantio. “Queremos espalhar esta ideia para que diversos proprietários possam se sensibilizar com a necessidade deste tipo de preservação”, destacou Waetge.

Aproximadamente 40 alunos do Instituto Verdescola auxiliaram no plantio das mudas. “Foi uma oportunidade para que as crianças pudessem ter noções sobre a importância de se preservar o meio em que elas vivem e entenderam a importância desse tipo de vegetação para a preservação da praia e das ondas”, destacou a presidente do ICC, Fernanda Carbonelli. 

20150825_154126Para que o replantio pudesse ser concretizado, foram retiradas aproximadamente 15 carretas de lixo, entulho e resto de podas da área. Antes da realização do projeto, as mudas foram produzidas na região por meio de coleta de sementes e propagulos, garantido a produção de espécies como Dalbergia  escastaphyllum , Ipomea sp, Eugenia uniflora, entre outras.