Já dizia o ditado, “se quer começar algo” busque referências, observe muito e tente pegar os detalhes para praticar! No surf, skate ou qualquer outro esporte não é diferente. Assistir vídeos, filmes e campeonatos te ajudarão tanto durante o início da prática, quanto na evolução e aperfeiçoamento e a despertar seu próprio estilo!

Quantas horas não passei e passo, assistindo vídeos e observando os movimentos de alguém na onda, ou fiquei treinando no chão da sala o “pulo” pra ficar em pé na prancha, testei a curva do skate deslizando no tapetinho da cozinha prestando atenção em meu ombro e braços soltos (lição de casa dada a mim por @MarDuvekot, fera no skate).  Tenho uma amiga que treinava em frente ao espelho com sua prancha de bodyboard observando a torcida que seu corpo daria quando fosse realizar uma manobra #invertida.

Chamamos essas situações de “micos necessários”, mas cá entre nós… ninguém além de você vai ver, e mesmo que veja essas observações dos movimentos não fazem parte só do mundo de quem está começando, muitos atletas realizam “no chão” repetidos movimentos da manobra durante seus treinos funcionais!

Conversando com Aline Alegro, sócia da academia Surfuncional o treino do movimento fora d”água é fundamental pra que seus olhos vejam como ele deve ser feito, assim seu cérebro e músculos gravam o movimento pra que na hora da execução real, seu corpo já saiba como reagir, sem falar no aprendizado correto para evitar micro-lesões que podem se agravar ao longo das repetições.”

Tanto pra quem está nas capitais sem mar desse Brasil, quanto para as que moram ao lado da praia, vai aí nossa dica com o vídeo de Carissa Moore  referência no surf feminino, observe a flexão de seus joelhos, sua coluna, a jogada de ombro e braços e como seu pescoço e cabeça direcionam seu tronco nas idas e vindas da manobra, e como seu corpo se inclina e expande na onda. Sem dúvida houve muito treino, tentativas e por que não… observações?!