A vida de Lakey na água começou bem cedo, cedo ao ponto de ela nem estar nascida. Exatamente, isso foi quando sua mãe Sue (ex nadadora olímpica) decidiu participar de um triathlon em Santa Bárbara grávida de 8 meses. Lakey nasceu um mês após a competição no dia 30 de setembro de 1994.

lakey

Ela aprendeu a surfar com 5 anos em Manly na Austrália durante uma viagem de aventuras com a sua família em 2000. A família Peterson viajou durante um ano e durante esse período eles ficaram uns 3 meses em Manly, o que proporcionou a oportunidade perfeita para Lakey aprender o novo esporte. A pequena recebeu dos locais o apelido “Lakey Legend” por conta do seu esforço em surfar uma onda atrás da outra com a sua recém inaugurada pranchinha.

 

lakey3

 

A família é constituída pelos pais David e Sue e seus dois irmãos mais velhos Whitney e Parker que ela adora mais que tudo. A vontade de ficar dentro da água, sem sombra de dúvidas, veio da mãe. Nos irmãos ela encontrou a carona que precisava pra competir. Os dois viviam carregando ela pra cima e pra baixo para que ela pudesse praticar todos os seus esportes. Tais como futebol, basquete, futebol americano, pólo aquático, Jr. Guards e tênis. Ela conseguiu ser campeã nacional em 3 deles, mas foi no surf que ela encontrou o seu lugar.
Com 11 anos, Lakey começou a competir com a prancha em baixo dos pés e, aos 12, venceu a Nacional Scholastic Surfing Association Western States Champion (Nacional para crianças da costa oeste) para meninas abaixo de 14 anos e deu início a sua carreira nas ondas. Dois anos depois disso, em 2009, ela venceu o NSSA Open Womens Nacional Title (Nacional Feminino) completando o primeiro aéreo na história do evento e defendeu o título no ano seguinte. Com isso ela foi nomeada a Campeã regional e Norte Americana feminina tanto na categoria júnior quanto na principal.
lakey5
Com 16 anos, Lakey teve recebeu um “Wild Card” que lhe concedeu o direito de competir no U.S. Open of Surfing, que é um evento do calendário do circuito mundial feminino (ASP), e competiu contra as 17 melhores surfistas em atividade. Nesse campeonato ela venceu seis baterias seguidas, só perdendo na final. Como se não fosse suficiente, no mesmo ano ela venceu todos os eventos pro-júnior do mesmo ano e entrou para o tour profissional no ano seguinte.
Apesar de ser uma surfista completa, os interesses de Lakey vão muito além das ondas. Ela é profundamente filantropa e comprometida, ligada a várias organizações sem fins lucrativos que proporcionam um bem maior a humanidade e ao meio ambiente. Ajudou a levantar fundos para a  “Hands4Others” (H4O) e trabalhou ativamente na implementação de seus sistemas de água potável em países de 3º mundo, possui um assento no conselho da “Ocean Lovers Collective” e é porta-voz da “Studant Conservation Association”(SCA), que é a maior organização de voluntariado para alunos de escolas e faculdades dos U.S.A. que ajuda a manter os parques e trilhas nacionais intocados. Lakey também ajuda com todas as forças a levantar recursos para o tratamento do câncer infantil e está diretamente relacionada a diversos hospitais do sul da Califórnia.
Lakey é uma menina como qualquer outra que aprecia a qualidade de vida que o mundo lhe proporcionou e acima de todos os outros detalhes que a rodeiam, ama sua família, seus amigos e, principalmente, seu cão Hagrid.
Repodução original: www.themoodhood.com
mood