Através de um mergulho profundo na cultura Shanenawa, definimos em parceria com a comunidade, atividades cotidianas e espirituais milenares, para que você possa experienciar da riqueza da nossa ancestralidade, numa vivência íntima, acolhedora e profunda no coração do Mundo, a Floresta Amazônica.

SHANEKAYA
••• ((( UM RETIRO ANCESTRAL ))) •••


Quando:

13 ao 21 de dezembro/2019


Para quem:

Mulheres, homens e crianças

Todas as pessoas interessadas na cultura ancestral de nosso país e que estão em busca de se tornarem pessoas melhores para si próprios, para os outros e para a mãe natureza.


Onde:

Terra indígena Shanenawa
Aldeia Shanekaya
Feijó – Acre


Shanenawa

Os Shanenawa são um povo de aproximadamente 800 pessoas, que vive à margem do Rio Envira, na Amazônia Acreana.
Os índios mais velhos contam que eles migraram para esta região, devido as Correrias, que eram perseguições armadas aos indígenas, durante a instalação dos seringais, no final do século XIX.
Foram vítimas da rápida e violenta ocupação do Acre, tendo hoje como objetivo, resgatar sua cultura massacrada durante este período, não apenas pelos seringalistas, mas também pelas missões evangélicas que tinham o propósito de submeter os indígenas à religião cristã, demonizando os rituais e práticas espirituais indígenas.
SHANENAWA etimologicamente é composto por SHANE (espécie de pássaro azul) e NAWA (povo), significando POVO PÁSSARO AZUL.


Aldeia

O destino da nossa imersão é a aldeia ShaneKaya, que em Pano significa Pássaro Verdadeiro, um lugar de uma potente força feminina.
A aldeia foi sonhada por 7 irmãs, que resolveram ser a mudança em um sistema patriarcal que ainda é a realidade de muitas etnias indígenas.
Shuayne, pajé e pai dessas mulheres fortes, viu em uma miração numa cerimônia com a sagrada medicina Uni (Ayahuasca) o local onde seria a nova morada dessa grande família, e no dia seguinte entraram na floresta intacta à procura desse lugar.
As irmãs, em conjunto com a comunidade, lutam pelo resgate cultural e pelo fortalecimento do povo Shanenawa e sua sabedoria.


Força Feminina

Mesmo recebendo muitos nãos e sofrendo muito preconceito, a aldeia que é formada por 70 mulheres e 10 homens (além de crianças e adolescentes), com a liderança política e espiritual feminina, em apenas 4 anos, já obteve grandes conquistas que muitas aldeias ainda não conseguiram, como energia elétrica, água canalizada e escola.
As irmãs já são referência na luta pelo direito das mulheres indígenas, e mostram seu poder com graça, amor e muita força.
São agricultoras, articuladoras políticas, líderes espirituais, professoras, curandeiras, parteiras que mostram um masculino e feminino sendo trabalhado em equilíbrio, e usado não apenas para o próprio benefício, mas em benefício de toda uma comunidade.
Elas são parte fundamental de uma nova revolução, e é uma honra imensurável aprender e estar ao lado dessas verdadeiras guerreiras nesse momento tão importante da existência humana.


A Imersão

Objetivo

A comunidade Shanekaya em parceria com a equipe organizadora tem trabalhado em projetos que visam trazer autonomia à aldeia, como a realização de mutirões agroflorestais e bioconstrução, cursos de capacitação profissional, entre outras atividades que buscam fortalecer o movimento indígena, dar estrutura, auxiliar no desenvolvimento sustentável, social e econômico.
As imersões tem como objetivo viabilizar os projetos e gerar benfeitorias estruturais para a aldeia, onde uma parte do valor é destinada exclusivamente para as melhorias de acordo com as necessidades existentes.

Buscamos resgatar o contato com a nossa ancestralidade, aprendendo com os povos originários, que são os guardiões não só das florestas, mas também de tesouros espirituais primordiais para o desenvolvimento da humanidade, que nos ensinam sobre a unidade, a vida em comunidade, se movem e atuam com base na intuição, na sabedoria, no sentir do coração, na união com a Natureza, na reverência ao sagrado que está em todas as coisas.

Nosso objetivo é também integrar culturas num contato mais real de troca genuína e cooperação, unindo forças para a construção de uma sociedade mais humana e conectada.


Atividades Culturais

❖ Pintura corporal com tinturas naturais e a simbologia kene (geometria sagrada)
❖ Culinária Nativa, com chef Enzo Martin
❖ Contação de histórias e mitos
❖ Oficinas de cantos tradicionais
❖ Oficina de cestaria tradicional em palha
❖ Jogos e brincadeiras tradicionais
❖ Feitio de Matxu (bebida tradicional fermentada, a base de macaxeira)

Atividades Espirituais

❖ Introdução às plantas sagradas
❖ Feitio e roda de rapé
❖ Ritual de dança tradicional mulheres Shanekaya
❖ Banho de ervas medicinais
❖ Cerimônia de Uni (Ayahuasca) com pajés e txanas (músicos)
❖ Sanaga, colírio da amazônia
❖ Kampu, medicina do sapo
❖ Outras práticas ancestrais.


Seus Filhos são bem vindos!

Pensando em proporcionar maior tranquilidade para os pais dos pequeninos e pequeninas que visitarem a aldeia, teremos uma equipe da comunidade que acompanhará as crianças em toda sua programação.
Privilegiando a integração com a natureza, cultura e crianças da aldeia.



Cronograma

 ❖ 13 dezembro
Noite: chegada no aeroporto de Cruzeiro do Sul – Transporte para o Hotel.
*Atenção: Todos os vôos para CZS são operados pela Gol e chegam em Cruzeiro entre 23h e 1h da
manhã. Você deve se programar para chegar na noite de 1 para 2 de dezembro.
❖ 14 dezembro
06h – Café no hotel
08h – Transporte de Cruzeiro do Sul para a aldeia Shanekaya, na cidade de Feijó – cerca de
5h de viagem, dependendo das condições da estrada.
❖ 14 a 19 dezembro
Vivência na aldeia Shanekaya
❖ 20 dezembro
09h – Transporte da aldeia para Cruzeiro do Sul
14h – Chegada em Cruzeiro do Sul
22h – transporte para o aeroporto
❖ 21 dezembro
Embarque em Cruzeiro do Sul

*Atenção: Na compra da passagem você deve se programar para partir de Cruzeiro do Sul no dia 21 de dezembro.


Investimento

Investimento e formas de pagamento aqui>>> https://www.eventbrite.com/e/shanekaya-uma-vivencia-ancestral-tickets-60223577341


O QUE ESTÁ INCLUSO?

– Transfer aeroporto Cruzeiro do Sul – Hotel (ida e volta)
– Hospedagem em Cruzeiro do Sul (2 diárias)
– Transporte de Cruzeiro do Sul até a Aldeia (ida e volta)
– Área para acomodação na Aldeia
– Alimentação na aldeia: café da manhã, almoço e jantar (temos um cardápio especial para
vegetarianos/veganos)
– Atividades culturais e espirituais na aldeia (descritas nesse programa)


O pacote NÃO inclui:

Passagens aéreas
Barraca ou rede com mosquiteiro para hospedagem na aldeia
Almoço e jantar em Cruzeiro do Sul
Seguro viagem


TRANSPARÊNCIA – COMPOSIÇÃO DO VALOR

26% – Aldeia Shanekaya
12% – Investimento em infraestrutura da aldeia*
19,8% – Alimentação**
20% – Equipe organizadora
18% Hospedagem e transporte
3% Materiais
1,2% Cuidador para crianças
**Alimentação – O custo de alimentação contempla refeições para nosso grupo e para toda a comunidade,
A equipe da cozinha será composta pelo chef Enzo Martin juntamente com pessoas da aldeia, que receberão
capacitação profissional e serão remuneradas (assim como todos os envolvidos no projeto);
O cardápio será elaborado considerando os alimentos produzidos pela comunidade local.


Organização

GABRIELA FERNANDES é uma caminhante, comunicadora e estudante dos saberes ancestrais.
Vive atualmente no coração do mundo, a Floresta Amazônica, onde desenvolve projetos para o fortalecimento social, econômico e cultural das comunidades indígenas. É idealizadora do UniMulher, que visa dar voz às mulheres indígenas. Instagram @txaigabi

ENZO MARTIN é chef de cozinha desde 2012. Largou o próprio restaurante para pesquisar a cozinha nativa brasileira. Atua como “chef da floresta”em vivências, encontros e festivais em aldeias. Desenvolve projetos de capacitação, conscientização alimentar, resgate da cozinha original e fomentação do turismo étnico local.
Instagram @chefenzomartin

CRISTIANE BROSSO criadora e facilitadora da Longarina, irá acompanhar o grupo durante toda a jornada. Formada em gestão e engenharia ambiental, Coach Integral Sistêmico, Hatha Yoga, formação em Danza Medicina. Fará a integração do grupo em encontros online pré viagem, introduzindo meditações, técnicas de conexão com a natureza e estudos do xamanismo.


Agradecemos à Mãe Divina por todas as bênçãos.
Agradecemos à família Shanekaya, pela confiança, parceria, e por abrir as portas de sua casa sempre com tanto amor e cuidado.
E ao olhar da fotógrafa Poli (insta @polisauria_), e Maria Meirelles pelas lindas fotos publicadas