Se o surf tem um pai, esse cara é Duke Kahanamoku nadador e surfista norte-americano, que data neste 24 de agosto seu 125º aniversário .

O Doodle do Google desta segunda-feira  traz uma prancha de surfe nas belas ondas do Havaí em homenagem aquele que é conhecido como um dos idealizadores e pai do surf moderno. Competidor dos Jogos Olímpicos, o atleta largou as piscinas, trocou de esporte e ainda estrelou no cinema dezenas de filmes e documentários que colocaram o arquipélago em evidência no mundo do surfe.

18-p15-SurferCentury

O “Embaixador do Havaí” morreu em 1968 e suas cinzas jogadas no mar em Waikiki, Honolulu.

Nascido em 1890, no mesmo lugar em que suas cinzas foram jogadas, o “pai do surf moderno” morreu em janeiro de 1968, ao 78 anos. As primeiras façanhas de Duke Kahanamoku foi como integrante da equipe de natação dos Estados Unidos. Ao todo, ele participou de três Olímpiadas (1912, 1920 e 1924) conseguindo cinco medalhas (três de ouro e duas de prata), incluindo também um recorde mundial.

Conhecido como Big Kahuna, além de ser um dos precursores da modalidade, Duke foi medalhista olímpico, astro do cinema e participou ativamente do processo que tornou o Hawai um Estado dos EUA. Usava a sua popularidade para disseminar a cultura havaiana e o surfe ao redor do mundo. Após se aposentar das piscinas, Duke passou a atuar em filmes onde destacava os costumes polinésios e os esportes primitivos das ilhas. Entre curtas e longas metragens foram mais de 15 produções.

Duke-Kahanamoku-Tandem-Surfing-Makaha_International-1966

Até hoje Duke é lembrado não apenas como um herói olímpico, mas como uma verdadeira lenda do surfe. Foi um dos responsáveis por tornar o esporte popular, disseminando-o pelos EUA, Europa e Austrália. Para ter noção como Duke era querido no Hawai, ele foi nomeado xerife de Honolulu por mais de dez vezes.

“Por seu carisma na tela e duas décadas de triunfos olímpicos, por seu caráter, sua vontade na água, por seu profundo e infinito amor ao Havaí e ao oceano, é que Duke Kahanamoku é lembrado”, diz o Google em comunicado.

O doodle, criado pelo designer Matt Cruickshank, traz a tradicional prancha de madeira de 16 pés com a imagem de Duke e a praia havaiana ao fundo. Além do Brasil, ele está disponível em toda a América do Norte, e em alguns países da Europa e Ásia onde o surfe é bastante popular.

 

Ref.: http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2015/08/duke-kahanamoku-pai-do-surf-moderno-ganha-doodle-havaiano.html