Consciência na Água!!

minerinho

Essa semana, Adriano de Souza, o “Mineirinho” foi vítima de um chato acidente que lhe custou uma cirurgía no nariz, ele postou em sua FanPage o seguinte relato, que nos chamou a atenção:

É galera, acidentes acontecem! Fui vitima de um surfista que não sabia surfar tão bem. Eu estava em uma onda, dentro do tubo e acabei não vendo esse surfista, que nao estava na onda e sim tentando atravessa-la. Ele não sabia dar o “joelhinho” e acabou voltando pra dentro da onda, onde eu estava localizado e fui acertado na cara com a rabeta da prancha desse surfista. Resultado: fraturei o nariz. Como foi forte a porrada, vou dividir a operação em 2 fases. A primeira amanha, para coloca o osso no lugar e assim conseguir competir J bay.Segundo os medicos, em 20 dias estarei 100%. A segunda fase, sera quando acabar a temporada, depois do Hawaii, ai nessa cirurgia vou ter que fazer reposição do Septo do nariz e uma possível plástica pra recolocar o nariz 100%.

Bom, graças as Deus pois poderia ter sido bem pior, mais Deus estava me iluminando. Analisando tudo o que aconteceu, podem acreditar que esse acidente poderia ter me deixad0 fora da agua por muitos anos se tivesse batido em outra região da minha cabeça“. 

Acidentes são naturais e inexperados, e independe de seu nível de surf. Principalmente quando estamos no começo de uma prática esportiva, aceitar que iremos errar e pagar muitos “micos” e caldos faz parte disso tudo, aliás é uma das lições.

Porém não podemos deixar de lado a importância de entender como funcionam as regras do esporte que se quer entrar. Falando do surf (que vale tanto para ele quanto para qualquer outra modalidade) saber sobre essas regras, como se comportar e posicionar na água é FUNDAMENTAL. Surfar não é “apenas” estar em cima de uma prancha, é muito mais que isso e não ter essa visão pode prejudicar ambos os lados, 

 

Imagem: Arquivo | FanPage | Adriano de Souza

Quando falamos na Longarina que nosso objetivo é incentivar as garotas, não queremos fazer isso de uma forma irresponsável. Incentivar é tudo de bom! Mas é preciso explicar como as coisas funcionam, qual a noção de mar é preciso ter para a própria segurança e a segurança de quem está em volta. Sempre irá existir a galera menos experiente dividindo espaço com a galera de anos do surf, skate, bodyboard, wake… o negócio é ter respeito e noção do coletivo, das pessoas que estão à sua volta para não atrapalhar e nem ser atrapalhado! Sem “haoles” ou “localismo”.

Essa é nossa matéria de apoio na recuperação do Mineirinho, que logo menos estará no pódio, e de alerta pela conscientização da galera na água, na ladeira, na neve… enfim onde mais quiser começar no esporte porém com consciência!